sábado, 23 de junho de 2018

Na época do SPUTINIK

“MARCOS J LENZI ...na época do SPUTINIK”
1960, estudávamos no saudoso Ginásio Vidal Ramos (Praça João Costa), Lages SC, primeira série do Ginásio. Professores que lembro: Dona Clotilde (Matemática); Rodolfo Costa Neto (Desenho);Sulamita Furtado (Geografia); Leonilda Krueger Dachs (Diretora); Julinho Malinverni (Secretário); Dona Cândida (Português); Walter Dachs (Francês), Dr Amorim (Inglês);Dona Cecília ( Canto Orfeônico e Música); Prof. João Preto (Trabalhos Manuais); Nicolau (Latim) (“península terrae est”); Prof. Delvin “por conseguinte como vêdes...” (História); Carlinhos (Ciências Naturais); Husadel (Educação Física). A Rádio Clube, com Serviço de Autofalante, instalado na Praça João Costa, somente era ligado, para anunciar notícias do “Repórter Esso em Edição Extraordinária”, assim ouvimos ao sucesso do Quinto Sputinik (satélite artificial) lançado pela União Soviética ao espaço transportando cachorros e camundongos e que retornaram vivos após órbitas em volta da terra. Assim ouviríamos o lançamento do primeiro homem no espaço sideral Yuri Gagarin em 1961. Professores interrompiam à aula e ouvíamos atentos a “edição extraordinária” ! Aula de Desenho, sala especial, com mesas tipo pranchetas, grandes, individuais, com banquetas altas. Entrávamos em fila em silêncio, Prof. Rodolfo Costa Neto, rigoroso, não permitia conversas e examinava os cadernos de Rascunho e “ à limpo”, onde usávamos tinta nankin e recebíamos notas após cada tarefa de “deveres de casa”, da última aula. Um privilégio receber um “10” como nota. Desenho geométrico, utilizando esquadro, compasso e régua ! Nas aulas de “desenho a mão livre”, era minha tragédia, aqueles cubos e cones sobre a mesa do Prof. Rodolfo tínhamos que desenhar e criar a “perspectiva e as sombras”. “Ave Maria que tragédia ! - Foi então, que vi um talento precoce Marcos J Lenzi, rapidamente desenhando e fazendo imagens com lápis grafite, fascinantes. Sombras e detalhes... Alertados pelo Prof. João Costa, teríamos prova de “Desenho Geométrico”, com exercícios do tipo: “Como dividir um segmento de reta, de 7 cm, em 8 partes iguais”, usando esquadro e compasso e no Desenho livre, a opção de fazer um cartaz de propaganda. Aplicava-me nos “meandros gregos”, tentando fazer “VENDE-SE CASA”, quando o Prof. Rodolfo, nos chamou a atenção, exibindo a prova do aluno Marcos Lenzi, com a simples palavra “SAMELLO”, estilizada no desenho, como na face externa da caixa de sapatos, famosa marca da época ! Prova feita em menos de 10 minutos, e com um ‘belo “nota 10”. Veio então a “”EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES”, a escola faria exposição no Salão Nobre, com trabalhos de todas as Disciplinas da Primeira à Quarta Série. Foi a primeira vez que participei e vi uma exposição escolar. Fiz um Trabalho de Geografia, um mapa de Santa Catarina, em cartolina, colando figurinhas de “decalco- mania”, mostrando a produção agrícola e industrial do Estado. Os três primeiros classificados, estavam lá, com uma comenda na exposição. Lembro-me , só do laureado “Primeiro Lugar”, uma tela pintada, com um homem pré-histórico, apoiado em seu tacape, olhando ao céu...um “sputinik” desbravando o infinito...e a frase “ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE”, trabalho do Artista MARCOS J. LENZI. Caro Marcos, relembro aqui estes fatos, pois foram marcantes para mim...assim como ter, agora aqui comigo sua Tela Lageana, tema da Festa da Tradição, que originou a Festa do Pinhão. Aceite como homenagem, de minha admiração por seu talento ! Lá se vão 58 anos ! Meu abraço fraterno ! Não deixando a brasa apagar...é lenha de “nó de pinho” ! texto de Adilson Tadeu Machado.

Pescador

Parabéns ao pescador e amigo do CLUBINHO - Carlos Humberto Maestrini -

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Brasil 2 x 0 Costa Rica

BRASIL!!!!! Comemorando no Mercado Público de Itajaí.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Ata de 19 de junho de 2018

Ata do CLUBINHO da reunião e jantar realizado na Pizzaria Baggio na Rua 7 de setembro em Blumenau no dia 19 de junho de 2018 pelo Zé Pfau. No cardápio pizza de abertura e lasanha de frango. Na pauta as viagens internacionais. O Claudio contou boas histórias de Portugal e de Paris. Muito bacalhau e muito fruto do mar. No passaporte o carimbo do fim do mundo. Na pauta assuntos da diferenças de valores de um país para o outro. No embarque e desembarque a verificação com adesivo para saber se você andou em estrada de pó. Nos isteites só desembarca com a indicação de aonde vai ficar. Sem reserva de hotel é problema. Cargas no avião, o famoso berimbau kkkkk coisas fora do tamanho. O artista Joel com peripécias circenses tem costelas quebradas. Na nossa idade subir na escada nem pensar. Andar para trás é bom para o cérebro. É bom exercitar escondido. Pilates também é recomendado. Tem muito capô de fusca na academia. Jogar tênis também. A Irlanda na Copa deu um show, 350 mil habitantes. Vergonha os torcedores brasileiros zoando com a mocinha russa. Porcos. Candidatos à presidência. Uma piada. Dormir no volante. De Floripa até a Alasca, foi de lascar. Aqui na Argentina viajar é muito frio. A geleira que o Claudio não foi pisar, tinha 240 km de extensão e 60 metros de altura. Na política os julgamentos. No gol contra o Brasil o empurrão. Aliás o Brasil não jogou nada. O Tite colocou na seleção os amigos dele. Estamos vendo na verdade não craques brasileiros e sim jovens milionários estrangeiros jogando futebol. Neymar joga deitado. O Tite não canta o hino nacional. Na Russia é uma copa que não tem bobo. Senegal, Japão.... A seleção da Russia tá prosa. Gol na Copa foi a obra do Cristiano Ronaldo de falta. A piada o locutor argentino narrando o pênalti que o Messi perdeu. Uma tristeza. O Claudio caminha com metas do aplicativo no celular. Numero de passos por dia. Político catarinense foi proibido de entrar na piscina com a tornozeleira. O Governador diz que vai morar em Portugal. Na academia não é interessante correr na frente. Na frente sempre vai a lebre. Na maratona de Balneário o Adilson correu junto com o Napoleão. 36 gramas de cloreto de magnésio elimina as dores de artrose. Precisa de balança de precisão e introdução com dólar enroladinho. No caroço de artrose nos dedos faziam com que cenas intimas apitava. Dois tipo de mocas na academia, aquelas que não precisam e aquelas que não adianta nada. Rimos muito dos preparos da vida. Avaliando no geral, concluimos como encerrado e se fomos.

sábado, 16 de junho de 2018

quinta-feira, 14 de junho de 2018

PFAU & CIA

No Arquivo Histórico de Blumenau na entrega de um exemplar do livro PFAU & CIA para a diretora e historiadora Sueli Petry. A produção conta a vida da nossa família PFAU, desde a sua origem na Alemanha, com detalhes da vinda para Santa Catarina. O início da vida em São Francisco do Sul, dos descendentes de Paulo Guilherme Pfau (1894/1958) e Olinda (1899/ 1953), iniciando com o casamento em 1916, depois subindo a serra de trem até Mafra, crescendo e se expandindo com familiares por Blumenau, Joinville, Curitiba, pelos Estados de Santa Catarina, Paraná, em todo o país e no exterior.

COPA 2018 - Russia.